Vantagens e desvantagens de expor bordados em feirinhas ao ar livre

Tempo de leitura: 6 minutos

As feiras ao ar livre representam o sustento de muitas famílias que comercializam os mais diversos tipos de produtos nas ruas. Roupas, calçados, bolsas, bijuterias, acessórios para casa, artesanatos e alimentos, por exemplo, fazem parte dos principais produtos que são comercializados em feirinhas por todo o Brasil.

Há registros de que as feiras surgiram em 500 a.C., em civilizações antigas tais como a romana, grega, árabe e fenícia. Com o passar do tempo as feiras foram se desenvolvendo, e mesmo atualmente, com tantos shoppings, lojas e supermercados, elas permanecem firmes e fortes atraindo multidões de visitantes por todo o Brasil.

Hoje em dia é muito comum segmentar as feiras para que se possa atrair um tipo específico de público. Há feiras de antiguidades, de animais, vinhos, negócios, feira orgânica, literária e hippie, por exemplo.

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, há uma feira que funciona aos domingos chamada "Feira de Arte e Artesanato e Produtores de Variedades de Belo Horizonte”, mais conhecida como feira Hippie. É um dos maiores pontos de produtos artesanais do país (com cerca de 2.500 expositores). Milhões de visitantes de todo o Brasil (e até mesmo do exterior) visitam a feira em busca de roupas, sapatos, bolsas, brinquedos, enxovais, bijuterias e itens para casa, cujos preços costumam ser muito atraentes.

img_9654

Se você já pensou em expor os seus artesanatos, seus trabalhos com bordados computadorizados, esse texto é para você!

A seguir separamos algumas vantagens e desvantagens de se alugar uma barraca para exposição.

Desvantagens:

1. Montagem e desmontagem de barracas

Como as feiras costumam ser ao ar livre, isso significa que não se pode deixar a mercadoria lá; o expositor terá que levar todos os produtos no dia da feira, arrumá-los na barraca e depois retornar (com os que não foram vendidos) para sua casa ou para seu ateliê.

2. Chuva

Em dias chuvosos pode ser quase impossível expor suas mercadorias, uma vez que as feiras costumam ser nas ruas e não possuem tetos firmes o suficiente para conter a água chuva.

3. Segurança

Diferente de uma loja onde se pode instalar câmeras e/outros acessórios para aumentar a segurança do local, nas feiras ao ar livre, essa segurança fica um pouco mais comprometida. Por isso é importante sempre ficar atento a tudo o que acontece em volta da barraca. Quando estiver atendendo um cliente, procure não se distrair.

4. O horário não é você que faz

Em muitas feiras, principalmente as mais consagradas, há um horário específico para sua abertura e também para seu fechamento. Na feira Hippie em BH, por exemplo, o dia de funcionamento é sempre aos domingos e o horário é de 7 da manhã às 2 da tarde. Logo, o artesão dificilmente tem controle sobre o seu horário de trabalho. Ele precisa seguir o regulamento da feira.

5. Espaço

Como as barracas geralmente são pequenas, é preciso muita criatividade para expor a sua mercadoria de forma que fique atraente e desejável aos olhos de seus clientes em potencial. É fundamental utilizar todos os espaços possíveis.

Vantagens:

1. Aluguel

Alugar uma loja em um Shopping Center ou em uma loja numa região central exige uma quantia altíssima. Sem falar que você provavelmente terá gastos com IPTU, funcionários, segurança, estrutura da loja, vitrine, entre outros fatores que inviabilizam esse tipo de local se você não pode (ou não quer) investir uma grande quantia.
As barracas de feiras costumam ser bem mais acessíveis e geralmente são expostas em locais de grande movimento de pessoas (no caso da feira Hippie em BH, por exemplo, as barracas ficam na Avenida Afonso Pena, bem no centro da cidade). É a oportunidade que o artesão tem de expor seu trabalho em um espaço com um grande fluxo de possíveis compradores.

2. Público
O público que costuma freqüentar feiras de artesanato já tem um propósito, já está aberto a adquirir aquele determinado tipo de item, diferente de um shopping onde há lojas de vários segmentos.

3. Ganhe com a quantidade
Como o preço praticado nas feiras costuma ser bem mais baixo que o de lojas convencionais, é importante que os preços de seus produtos sejam atraentes. Procure fazer promoções (leve 3 e pague 2), ou se possível diminua um pouco o lucro de cada peça, para ganhar na quantidade. Lembre-se que a maioria das pessoas está ali na feira com a esperança de achar itens com preço bem inferior aos das lojas.

4. Excelente oportunidade de exposição

As feiras de artesanatos são uma excelente oportunidade para os artesãos mostrarem e venderem os seus produtos. Através das feiras podem fidelizar muitos clientes que podem indicar novos clientes e assim sucessivamente. Simpatia, preço justo, ótimo atendimento e mercadorias de muita qualidade, são alguns fatores que o ajudarão a ter clientes cada vez mais fiéis.

5. Probabilidade de venda mais rápida

Como as feiras costumam ser ao ar livre e em locais com um grande fluxo de pessoas, há uma grande probabilidade de você vender seus produtos de forma mais rápida que em lojas convencionais, por exemplo. Na feira Hippie de Belo Horizonte, cerca de 80.000 pessoas passam pela feira aos domingos no horário de 07 às 14h. (Fonte vejabh.abril).

Se você achou que as vantagens são bem mais animadoras que as desvantagens, procure já uma feira conhecida e renomada em sua cidade ou próxima a ela e comece a expor os seus bordados computadorizados! Desejamos a você muita sorte e muito sucesso!!!

Até o próximo post!

Um super abraço da equipe Delta Bordados! 

Comentários

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.