Bordado não é coisa de homem?

Tempo de leitura: 3 minutos

Durante décadas homens e mulheres convivem com conceitos do tipo “isso é coisa de homem e não de mulher” ou ainda “isso é coisa de mulherzinha,” entre muitas outras frases de exclusão; o que uma mulher pode fazer o homem não pode e vice versa.

Mas, felizmente, o mundo tem mudado; profissões as quais eram exercidas só por homens ou só por mulheres, estão mais flexíveis e o sexo da pessoa ganhou espaço para o talento e o conhecimento que o indivíduo possui para se tornar um excelente profissional. 

Homens e mulheres são dotados de inteligência e devem fazer suas escolhas. E não devem ficar pensando “mas isso é coisa só de homem”, ou “isso é coisa só de mulher”. Se a pessoa gosta do que faz, tem talento, criatividade, amor, deve seguir em frente e não se importar com comentários preconceituosos que ora possa receber. 

Antigamente não se cogitava ver uma motorista de ônibus do sexo feminino, ou ainda uma mecânica de automóveis. Hoje isso é muito comum e as mulheres têm mostrado grande desenvoltura em profissões antes consideradas “masculinas”. 

mulher mecanica de automóveis

O contrário também acontece. Homens estão ganhando espaço em áreas antes consideradas predominantemente “femininas” como estética, enfermagem, psicologia e moda, por exemplo. Hoje podemos vê-los trabalhando com maestria em salões de beleza, clínicas e ateliês. 

male-tailor-work-working-sewing-machine-cloth-workshop-46318809

É bem verdade que, através das pesquisas que nós da Delta Bordados realizamos durantes anos com nossos clientes, parceiros e seguidores, chegamos ao resultado de um número predominante de bordadeiras do sexo feminino. Os homens ainda são minoria e os motivos podem ser vários; preconceito de que “bordados são coisa para mulher”, “bordados não dão dinheiro”, “nunca vou conseguir manusear uma máquina de bordar”, “bordados não são pra mim”, “eu gosto de bordados, mas tenho medo do que vão pensar de mim se eu começar a trabalhar com isso”, “será que vou conseguir ser bem sucedido com bordados”, enfim, há uma série de questionamentos e situações que podem deixar os homens desanimados e acanhados de conhecerem essa técnica e essa nova profissão que surgiu através dos bordados computadorizados. 
Homens podem ser excelentes bordadeiros e excelentes administradores de seu negócio próprio. Bordados são uma ótima fonte de renda e é necessário uma quantia relativamente baixa para o investimento inicial (clique aqui e leia 10 motivos para você começar já o seu negócio de bordados computadorizados).

A crafts vendor embroiders a woman's name on a bonnet being purchased during the Apple Blossom Festival at South Mountain Fairground, Route 234, Arendtsville PA. 2008-05-03.  

Homens e mulheres, o importante não é o nosso sexo, o importante é sermos bons no que fazemos, é sermos excelentes nas profissões que escolhemos. Não devemos dar ouvidos aos preconceitos de gênero que infelizmente ainda imperam na sociedade. Devemos realizar nossos sonhos, sermos úteis às outras pessoas, fazermos o melhor naquilo que escolhemos como nossa profissão, independente do que seja.

Bem, ficamos hoje por aqui! Um grande abraço da equipe Delta Bordados! =D  
 

Comentários